FÉ EM TI

FÉ EM TI

Fanatismo é torpe descaracterização da fé, exteriorizando demência da faculdade de pensar.
A descrença sistemática é conflito emocional, de curso largo, a inquietar o equilíbrio da razão.
O homem crê por impositivo da evolução, por hereditariedade psicológica.
Nem toda crença é racional, passada pelo crivo do exame, mas também, automática, natural, em um número de pessoas, pela qual se expressa.
A fé, por isso mesmo, manifesta-se de maneira natural e racional.
A primeira encontra-se ínsita no homem, enquanto a outra é adquirida através do raciocínio e da lógica.
A fé religiosa, pois, surge espontaneamente ou resulta de uma elaboração mental que os fatos confirmam.
Virtude, portanto, conquista pessoal, descortina os horizontes amplos da vida, facultando paz e estimulando à luta.
Aquisição intelectual, transforma-se em uma luz sempre acesa a conceder claridade nas circunstâncias mais complexas da vida.
Seja, porém, qual for a forma em que se manifesta a tua fé, vitaliza-a com o amor, a fim de que ela se expanda na ação do bem.
A fé é parte ativa da natureza espiritual do homem, cujo combustível deve ser mantido através da oração, da meditação frequente e do esforço por preservá-la.
Não faças experiências-testes à tua fé. Ela estará presente nos momentos hábeis sem que se faça necessário submetê-la a avaliações.
Aprende a crer nos teus valores.
O homem crê por instinto, por assimilação, pela razão.
Põe a tua fé em Deus e absorve a ideia do bem, pois foste criado para uma vida feliz e saudável.

(Divaldo P. Franco/Joanna de Ângelis. Livro: Filho de Deus)

Abraços com carinho

Equipe CVDEE

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

DECÁLOGO PARA MÉDIUNS

Olá Alma Irmã, nossas Fraternais Saudações!
Que esta mensagem chegue com nossas melhores vibrações de Paz e Saúde!!
Obrigado pela companhia!!!
Centro Espírita Caminhos de Luz-Pedreira-SP-Brasil
DECÁLOGO PARA MÉDIUNS

1- Rende culto ao dever.
Não há fé construtiva onde falta respeito ao cumprimento das próprias obrigações.

2 – Trabalha espontaneamente.
A mediunidade é um arado divino que o óxido da preguiça enferruja e destrói.

3 – Não te creias maior ou menor.
Como as árvores frutíferas, espalhadas no solo, cada talento mediúnico tem a sua utilidade e a sua expressão.

4 – Não esperes recompensas no mundo.
As dádivas do Senhor, como sejam o fulgor das estrelas e a carícia da fonte, o lume da prece e a bênção da coragem, não têm preço na Terra.

5 – Não centralizes a ação.
Todos os companheiros são chamados a cooperar, no conjunto das boas obras, a fim de que se elejam à posição de escolhidos para tarefas mais altas.

6 – Não te encarceres na dúvida.
Todo bem, muito antes de externar-se por intermédio desse ou daquele intérprete da verdade, procede, originariamente, de Deus.

7 – Estuda sempre.
A luz do conhecimento armar-te-á o espírito contra as armadilhas da ignorância.

8 – Não te irrites.
Cultiva a caridade e a brandura, a compreensão e a tolerância, porque os mensageiros do amor encontram dificuldade enorme para se exprimirem com segurança através de um coração conservado em vinagre.

9 – Desculpa incessantemente.
O ácido da crítica não te piora a realidade, a praga do elogio não te altera o modo justo de ser, e, ainda mesmo que te categorizem à conta de mistificador ou embusteiro, esquece a ofensa com que te espanquem o rosto, e, guardando o tesouro da consciência limpa, segue adiante, na certeza de que cada criatura percebe a vida do ponto de vista em que se coloca.

10 – Não temas perseguidores.
Lembra-te da humildade do Cristo e recorda que, ainda Ele, anjo em forma de homem, estava cercado de adversários gratuitos e de verdugos cruéis, quando escreveu na cruz, com suor e lágrimas, o divino poema da eterna ressurreição.

pelo Espírito Emmanel – Do livro: Espírito da Verdade, Médiuns: Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira.

Acesse o nosso site: www.caminhosluz.com.br

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

AMOR E DIÁLOGO

Olá, nossas Fraternais Saudações!
Que esta mensagem chegue com nossas melhores vibrações de Paz e Saúde!!
Obrigado pela companhia!!!
Centro Espírita Caminhos de Luz-Pedreira-SP-Brasil
AMOR E DIÁLOGO
O casal acordou naquela manhã, sentindo uma emoção diferente. Estavam completando cinquenta anos de matrimônio.
Haviam envelhecido juntos. Inúmeras lembranças se somavam em suas mentes.

Os primeiros momentos do namoro, os primeiros anos de vida a dois, os filhos, as dificuldades, os acertos e desacertos, os netos.

Os pensamentos surgiam-lhes na mente como uma avalanche e, dessa forma, tudo parecia ter começado ontem.
Os dois se sentaram à mesa para o café. Ela tomou a fatia de pão e passou a manteiga. Ia colocar no seu prato, quando resolveu diferente.

Durante cinquenta anos, todas as manhãs, dei a ele o miolo do pão, a parte macia, mais gostosa. – Ela pensou.
Eu sempre quis comer a melhor parte. Mas porque amo meu marido, sempre dei a ele o miolo do pão. Hoje vou satisfazer o meu desejo. Vou me dar um presente.

Então, estendeu para o marido a casca do pão. Para sua surpresa, ele a apanhou, sorriu e falou com entusiasmo:
Obrigado por este presente. Durante todos esses anos, sempre quis comer a casca do pão. No entanto, como você gostava tanto, eu nunca tive coragem de pedir a você.

Num primeiro momento, o que sobressai do episódio narrado é o grande amor que unia aquele casal. Um amor que sempre soube abrir mão de algo que gostava muito, em favor do outro.
Contudo, se examinarmos bem o fato, vamos descobrir que, embora o amor recíproco que sentiam, o diálogo andava bem distante.

Imagine. Viver cinquenta anos ao lado de uma criatura, sofrer, penar, alegrar-se, fazer tantas escolhas e, no entanto, não conversar das coisas simples do cotidiano?

Dialogar significa conversar, trocar ideias. Falar e ouvir. Ouvir e falar.

Se você está vivendo a experiência matrimonial, pense quando foi a última vez que vocês estabeleceram um diálogo franco e amigo.

Analise se, ao chegarem em casa, cada um tem se isolado em seu mutismo. Se, eventualmente, não tem cada um assistido o seu programa de televisão preferido, a sós.
Ou então se, enquanto um se distrai com a programação da televisão, o outro mergulha na leitura interminável dos jornais.

A ausência de diálogo caracteriza desinteresse pelos problemas do outro e gera a falta de intercâmbio de opiniões.
Antes que as dificuldades abram distâncias e os espinhos do cansaço e do tédio produzam feridas, tomemos providências.

Abramos mutuamente o coração e reorganizemos a vida matrimonial.
Descubramos, mais uma vez, o gosto pelo diálogo. Interessemo-nos pelos problemas e participemos das conquistas individuais.

Restabeleçamos a ponte do diálogo, a fim de que um possa penetrar em profundidade no coração do outro, numa doce descoberta de dons, virtudes, anseios e ideais.

O matrimônio é uma experiência de reequilíbrio das almas no orçamento familiar.

O diálogo aberto e sincero fortifica os laços do afeto, permitindo o amadurecimento das emoções e a correção das sensações.

Enfim, oportuniza que ambos somem esforços, não simplesmente olhando um para o outro, mas olhando ambos para a mesma direção.

Redação do Momento Espírita, com base no texto Amor em silêncio, de autoria ignorada, e no cap. Responsabilidade no matrimônio, do livro S. O. S. Família, por Espíritos diversos, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed.
USE. Do site: http://www.momento.com.br/pt/ler_texto.php?id=3659&stat=0.

Acesse o nosso site: www.caminhosluz.com.br

__________

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

Convocação

Logo

Visite o site da ADDE
www.adde.com.br

Caros amigos,

Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes.

O instante mágico é o momento em que um “sim” ou um “não” pode mudar toda a nossa existência.

Que esta mensagem chegue até vós com os votos de muita Paz e alegria.

Convocação

(…) Nós fomos chamados por Jesus para tornar o mundo melhor.

Não foi por acaso que na hora última a voz do Divino Pastor chegou até nós.

Não nos encontramos no mundo assinalados apenas pelos delitos e os erros pretéritos, somos os servos do Senhor em processo de aperfeiçoamento para melhor servi-lo.

Nem a jactância dos presunçosos, nem a subestima dos que preferem a acomodação.

Servir, meus filhos, com a instrumentalidade de que disponhamos é o nosso dever.

Observamos que a seara cresce, mas os trabalhadores não se multiplicam geometricamente como seria de desejar, porque estamos aferrados aos hábitos doentios, que no momento da evolução antropológica, serviram-nos de base para a transformação do instinto em emoção edificante.

A maneira mais segura de preservar os valores do Evangelho de Jesus em nós é através da vinculação mental com o nosso Condutor.

Saiamos da acomodação justificada de maneira incorreta para a ação. Abandonemos as reações perturbadoras e aprendamos as ações edificantes.

Sempre dizemos que necessitamos de Jesus, em cuja misericórdia estaríamos como náufragos perdidos na grande travessia da evolução,mas tenhamos em mente que Jesus necessita de nós, porque enquanto falamos a Ele pela oração Ele nos responde pela inspiração.

Ele age pelos nossos sentimentos através das nossas mãos. Sejam as mãos que ajudam, abençoadas em grau mais expressivo do que os lábios que murmuram preces contemplativas. A nossa postura no mundo neste momento é de misericórdia.

Que nos importam os comentários deprimentes a nosso respeito, se valorizamos o mundo, respeitando os seus cânones e paradigmas? Não nos preocupemos com o que o mundo pensa e fala de nós através de outros corações.

No belo ensinamento de Jesus na casa de Lázaro, enquanto Maria O ouve e Marta se afadiga temos uma lição extraordinária – não é necessário ficar numa contemplação de natureza egoística, mas é necessário aprender para poder servir.

A atitude de Marta é ansiosa, era a preocupação com o exterior. A atitude de Maria era iluminativa, a que parte dos tesouros sublimes da coragem e do amor, através da sabedoria, para poder melhor servir.

O serviço é o nosso campo de iluminação.

Nós outros, os companheiros da vida espiritual, acompanhamos as lágrimas que são vertidas pelos sentimentos de todos aqueles que nos suplicam ajuda e, interferimos com a nossa pequenez, junto ao Mestre Incomparável, para que Ele leve ao Pai as nossas necessidades, mas bendigamos a dor sem qualquer laivo masoquista; agradeçamos a dor que nos desperta para a verdade, e que nos dilui as ilusões; que faz naufragar as aventuras de consequências graves antes que aconteçam.

Estamos, portanto, convocados, para a construção da Sociedade Nova, na qual o bem pairará soberano, como já ocorre, acima de todas e quaisquer vicissitudes.

Filhos da alma tende bom ânimo. Não recalcitreis contra o aguilhão nem vos permitais a deserção lamentável ou a parada perturbadora na escalada difícil da sublimação.

Jesus espera-nos, avancemos!

Suplicando a Ele, o Amigo Incomparável de todos nós, envolvemos os afetuosos corações em dúlcidas vibrações de paz.

Na condição de servidor humílimo e paternal de sempre.

Bezerra

Psicofonia de Divaldo Pereira Franco, ao final da
Conferência realizada no Grupo Espírita André Luiz, no
Rio de Janeiro, em 14 de julho de 2011.
Em 23.07.2012.

formatação e pesquisa: MILTER – 07-10-2012

Flor amarela da cor do sol Papel de Parede - Wallpaper

A EQUIPE DA ADDE

-O-OO-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-OO-O-O–OO-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-

A ADDE.

Somos uma entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter religioso, filosófico, cultural e social.
Temos como objetivo executar serviço de Radiodifusão e outros meios de comunicação eletrônica e escrita com conteúdo de programação fundamentado na Doutrina Espírita.
Criar oportunidades para a difusão de idéias espíritas e espiritualistas, elementos de cultura, tradição e hábitos sociais da comunidade, desde que em sintonia com a doutrinação espírita de Allan Kardec e atingir com suas ações um número abrangente de pessoas.

Associe-se à ADDE

Caso não queira receber mais mensagens da ADDE, por favor, responda esta mensagem solicitando o cancelamento

__________ Informa��o do ESET NOD32 Antivirus, vers�o da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

CONTRA O PERIGO

CONTRA O PERIGO

E digo-vos que todo aquele que me confessar, diante dos homens, também o filho do homem o confessará, diante dos anjos de Deus. Jesus. (Lucas, 12:8).

Muitos companheiros de labor evangélico supõem que confessar o Mestre se resume tão-somente numa profissão de fé por intermédio das palavras. Para a demonstração de que aderimos, sinceramente, a Jesus bastará subir a uma tribuna ou discutir, acaloradamente, com alguns amigos que ainda não nos conseguem compreender? Semelhante confissão tem sido o objetivo da maioria dos discípulos através dos tempos; mas essa atitude desassombrada é uma das faces da realização, sem constituir, entretanto, o seu precioso conjunto. Confessar o Cristo, diante dos homens, é revelar-lhe a luz e o poder em ações de amor e desprendimento, que os homens vulgares ainda não conhecem. Não será instituir convicções apressadas nos outros, mas pautar a vida em plano diferente e superior, de sorte que os espíritos mais frágeis ou levianos possam encontrar, junto de nossa alma, algo de mais elevado que não sentem noutros lugares e situações do mundo.
Não é fácil confessar a Jesus entre as comunidades terrestres quando sabemos que ele próprio foi por elas conduzido à cruz do martírio; mas é dessa confissão que a sua palavra persuasiva nos fala no Evangelho da Verdade e do Amor.
É preciso se precate o discípulo contra o perigo de uma adesão verbal, sem a participação de suas energias salutares.
O Senhor deseja ser confessado pelos seus continuadores nas estradas do mundo; mas esse ato não se pratica apenas por palavras e sim por todas as demonstrações vivas do coração.

(Francisco Cândido Xavier/Emmanuel. Livro:Segue-me!…)

Abraços com carinho
Equipe CVDEE
CVDEE – Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo
www.cvdee.org.br

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

CELA OCULTA

0

CELA OCULTA

Cada criatura, na Terra, traz consigo uma cela oculta em que trabalha com os instrumentos da provação em que se burila.
Pensa nisso e auxilia aos que te rodeiam.
Esse companheiro alcançou a fortuna, mas sofre a falta de alguém;
outro dispõe de autoridade, no entanto, suporta espinhosos conflitos nos sentimentos;

essa irmã construiu o lar sobre preciosas vantagens materiais, contudo, tem um filho que lhe destrói a felicidade;

e aquele outro atingiu o favor público, entretanto, é portador de moléstia indefinível a corroer-lhe todas as forças.
Quando encontres alguém que te pareça em crises de inquietação e desarmonia, isso não é sinal de que a tua presença se lhe faz indesejável.
Esse alguém estará em momentos de enormes dificuldades no reduto invisível do coração em que se aperfeiçoa. E os resíduos da luta íntima se lhe transbordam do ser pelas janelas do trato.
Observa o ponto nevrálgico da própria vida em que o sofrimento te procura para efeito de prova e compadece-te dos outros para que os outros se compadeçam de ti.
(Francisco Cândido Xavier/Meimei. Livro: SOMENTE AMOR)

Abraços com carinho
Equipe CVDEE

CVDEE – Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo
www.cvdee.org.br

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

CAP.XX – UM DEUS CHAMADO AMOR

D. FILÓ SOPHIA : INÍCIO, MEIO E FIM
CAP.XX – UM DEUS CHAMADO AMOR

D. Filó adentrou na sala de professores e não pode ignorar uma acalorada discussão de seus colegas sobre o tema “As Religiões e Suas Fundamentações”. Cada qual buscando ser o potentor da Verdade, pelos seus dogmas e diferenciadas argumentações.

Era impossível não perceber que a maioria defendia a crença em um “Deus” cheio de orgulho e sanha, a punir com crueldade, cobrando altos percentuais por seus feitos milagrosos e façanhas. Uma figura personificada, fastuosa, sentada em Seu trono, rodeado de ouro e vitrais lá no Alto da Sua Morada.
Selecionando rigorosamente a quem premiar com Felicidade.

A Professorinha pensou com seus botões :

– Lamentável só assim reconhecer o Criador, energia límpida que emana do todo, sem necessidade de vários nomes, nem pronomes de tratamento como Vossa Onipotência ou Senhor, mas que chamássemos todos, única e simplesmente de AMOR.
Energia em sua plena organização, que forma e transforma, dinâmica e inteligente, de ação e reação. Cientificamente ponderada, mas que em forma romantizada como deseja a maioria, podemos conceber como os melhores sentimentos que o espírito em evolução pode desenvolver, até alcançar em diversas experienciações a sua plenitude. Indegradáveis e eternos, que acionam faculdades extraordinárias, mas que nada possuem de espetaculoso ou sobrenaturalidades. O aprimoramento intelectual e moral do homem desperta a Divindade presente em forma de sentimentos conscientes, o chamado Bem – Benevolência, Estudo e Moral na sua concepção mais genuína e essencial.

Ficaria contente se no futuro as pessoas pudessem reconhecê-lo simplesmente assim, pelos melhores sentimentos que pudessem desenvolver em sí, o respeito pelas opiniões, aceitar as diferenças, exercitar a compaixão, praticar a caridade sem propósito de troca ou esperar gratidão, a esperança e a luta incansável pela paz entre os povos, o interesse na igualdade econômico- social, a temperança, a alegria nos sorrisos de todas as crianças. Esse sim talvez a mais perfeita forma material que o Divino poderia escolher para aparecer.

Talvez por isso Jesus e outros grandes homens, espíritos superiores, que por aqui já passaram tentaram nos mostrar, pois substitua em qualquer referência a Deus que esses mestres nos ensinaram, pela palavra Amor e perceba se não seria mesmo assim :

– Não crês que estou no Pai e o Pai está em mim ? As palavras que vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai que está em mim é quem faz as obras . (Jesus)

– O homem quando, pela sua perfeição, se houver aproximado de Deus, ele O verá e compreenderá.

E tantos mais ensinamentos que indiferem de doutrina mas que nos direcionam igualmente a um mesmo caminho, verdade e vida, colocando-nos como de Deus, Amor legítimo e cabal, sua obra mais linda e amada, onde sem pedir favores, cobrar taxas ou louvores ou precisar de licença para entrar, faz a Sua morada. Que nos permite a aprendizagem pelas próprias escolhas e capacidades e que vai se fortalecendo a medida que O aplicamos com consciência e sinceridade.
De nada servem os símbolos os rituais ou as terminologias quando apenas O usamos por interesses egoístas, desfrutando da Boa Vontade em uma sensação remota e artificial para ” Nosso poder e alegria…”, apenas pensando no benefício individual. Se a Grandeza do Pai Universal é adimensional, porque destinaria alguns a eternidade infernal e a outros a assunção celestial?

E se os Filhos desejarem conhecer o Pai, pois saibam que nem na figura de barro, escrito no papel ou mesmo no céu, não O encontrarão. O reconheçam tão somente no AMAR, Ação Moral, Amor Real. O único milagre que conduzirá a humanidade a felicidade e a salvação.

(Paty Bolonha – 2012, respeite o conteúdo e a autoria)

Um dia todinho feito de paz,
todinho florido de felicidade,
todinho perfumado de amor,
pra vc e pra quem mora em seu coração

Abraços com carinho
Equipe CVDEE

CVDEE – Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo
www.cvdee.org.brSITE DA GENTE- Espiritismo para crianças : wwww.cvdee.org.br/sitedagente
*
Sala de estudo infanto-juvenil a viva voz: aos domingos, 18h30, para teens de 13 até 17 anos; e aos domingos, 17h30, com linguagem para a faixa etária entre 07 e 12 anos. A sala é Espiritismo Net Infanto Juvenil. Aguardamos sua presença junto com as crianças e adolescentes.

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

A CARIDADE NUNCA FALHA

0

A CARIDADE NUNCA FALHA

A caridade nunca falha. PAULO. (I CORINTIOS, 13:8)

Quem escolhe intenções elevadas no desempenho de suas atividades, jamais esbarra em fracasso.
Quem perdoa de coração qualquer ofensa, não aloja o arrependimento no íntimo.
Quem se vê incompreendido ao elaborar o ato digno, recebe em seu favor a compreensão da Misericórdia de Cima.
Quem visa o interesse do próximo na obra em curso, somente descobre motivos para confiar no próprio êxito.
Quem estuda para ajudar a outrem com o facho do conhecimento, invariavelmente alcançará o aprendizado.
Quem se sacrifica para minorar o sofrimento daqueles que lhe rodeiam a marcha, demanda novos domínios da felicidade essencial.
Quem se esforça por viver o amor puro sob qualquer aspecto, acerta sempre no instante de definição.
Eis, por que, assevera o Apóstolo aos irmãos de Corinto:
– “A caridade nunca falha”.
Realmente, a caridade expressa a perfeição dentre as manifestações da criatura e dimana, em seus fundamentos, do Amor Infinito de Deus.
Um ato de caridade traz em si a argamassa indestrutível da Eterna Perfeição, composta de sabedoria e justiça, trabalho e solidariedade, confiança e paz.
O erro torna-se inexeqüível ao espírito quando o coração perdoa sem condições, estuda com dignidade ou trabalha desinteressadamente.
Assim, a luz da caridade jamais de extingue.
Onde surge, as controvérsias transformam-se em colóquios fraternais, a tristeza rende-se à alegria, o desânimo perde a razão de ser e as almas aceleram o vôo na esteira evolutiva.
Muitos aprendizes da Verdade pesquisam sofregamente a fórmula ideal para a vitória na Vida, no entanto, ela aí brilha à mão de qualquer um, estruturada na gradação infinita da caridade.
Busquemos, pois, prosseguir sem falhas.
Volta o olhar para o cosmo interior e procede à avaliação da própria conduta segundo o câmbio único da virtude sublime e estarás vivendo, em ti mesmo, a batalha sem derrotas, o itinerário sem desvio, a luta sem quedas e a luz sem sombras, sob o beneplácito d’Aquele que é Todo-Amor e Todo-Justiça.

( Francisco Cândido Xavier/Emmanuel. Livro: IDeal Espírita)

Abraços com carinho

Equipe CVDEE

CVDEE – Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo
www.cvdee.org.br

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com

ENTRE CHAMADOS E ESCOLHIDOS

Olá, nossas Fraternais Saudações!
Que esta mensagem chegue com nossas melhores vibrações de Paz e Saúde!!
Obrigado pela companhia!!!
Centro Espírita Caminhos de Luz-Pedreira-SP-Brasil
ENTRE CHAMADOS E ESCOLHIDOS
Apreciando aquele ensinamento dos chamados e escolhidos, a destacar-se da palavra do Senhor, nas lições do Evangelho, mentalizemos o assunto, transferindo-o a uma oficina terrestre.

Em favor da produção de serviço, são aí admitidos colaboradores de variada procedência, escalonados em classes diversas.

Todos são chamados pela obra a fazer, a fim de conjugarem esforços dentro das finalidades da instituição a que se ajustam.

Entretanto, raros se portam à altura dos compromissos que assumem.

Muitos deles devoram o tempo, renovando indagações incessantes acerca dos problemas comezinhos da casa, a pretexto de recolherem esclarecimentos e diretrizes.
São os servos ociosos.

Outros muitos confiam-se à irascibilidade e à cólera, arrojando de si os fluídos empestados da indisciplina com que espalham o fogo da rebelião e o gelo do desânimo, anulando máquinas e desencorajando os companheiros.
São os servos revoltados.

Muitos ainda entregam-se ao culto da lisonja, abandonando as obrigações que lhes cabem, para tecerem elogios venenosos à pessoa dos dirigentes, com o fim de lhes subornarem a consciência, à cata de vantagens materiais.
São os servos bajuladores.

Muitos se refugiam nos programas extensos, salientando o futuro com discursos brilhantes, nos quais se reportam a imaginárias realizações, abominando os deveres humildes que consideram indignos da inteligência que lhes é própria.

Mas há um tipo de cooperador que indaga pouco e age muito, que cultua a dignidade pessoal sem descer aos desvarios do orgulho, que sustenta o respeito devido à ordem sem se render à adulação e que traça diretivas de trabalho para cumpri-las, cada dia, ao preço do próprio amor e da própria renúncia.

Servos desses são aqueles que o serviço elege por seus diretores, sem qualquer recurso a caprichos particulares.

Assim, para que te faças escolhido como sustentáculo na obra da luz e do amor, não basta te consagres a longas plataformas verbais ou a preciosas promessas da boca, vazias de substância e sentido.

Antes de tudo, é imprescindível saibamos escolher a própria luz e o próprio amor como normas de nossa vida, porque assim, através do constante serviço aos outros, edificaremos o verdadeiro serviço a nós mesmos em abençoada e permanente ascensão.

pelo Espírito Emmanuel – Do livro: Fé, Paz e Amor, Médium: Francisco Cândido Xavier.

Acesse o nosso site: www.caminhosluz.com.br

__________ Informação do ESET NOD32 Antivirus, versão da vacina 7860 (20130104) __________

A mensagem foi verificada pelo ESET NOD32 Antivirus.

http://www.eset.com