Esquece Lembrando

ESQUECE LEMBRANDO

Pelo Espírito Meimei. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Sentinelas da Alma. Lição nº 20. Página 86.

Quando a mágoa te envolva, antes que o ressentimento se te instale no coração, conturbando-te a vida, esquece lembrando… Recorda as bênçãos que possuis, a fim de que não entregues a própria mente a desequilíbrios que não compraste.

Determinado companheiro te trouxe toda uma onda de inquietações, afligindo-te os passos… Memoriza a legião dos amigos devotados que te alegram as horas e compadecer-te-ás daquele que, em vão, procura complicar-te o caminho.

Desgostos em família apareceram, criando-te problemas… Conta com os dias de júbilo e segurança que o lar te concedeu e perceberás que os contratempos de hoje são leves nuvens que a força do tempo desfará.

A empresa a que te deste acabou em fracasso, acenando-te com a frustração… Revisa as iniciativas que já promoveste, com êxito amplo e concluirás que o insucesso não passa de convite à renovação para que recomeces as próprias atividades em linhas mais justas.

Criatura querida se te desvinculou do campo íntimo e a carência afetiva se te transforma em chaga no sentimento… Medita no tempo de felicidade que essa mesma criatura já te proporcionou e reconhecerás que a mudança havida te fará descobrir novas fontes de compreensão.

A morte, no plano físico, te haverá subtraído a presença de um ente amado e apresentas o próprio espírito golpeado pelo sofrimento… Pensa, entretanto, no suplício em que se lhe transformaria a permanência num corpo enfermo e observarás que a Providência Divina cancelou provações inenarráveis para o coração que partiu e para o teu próprio coração, descerrando a ambos o ensejo para benditas renovações.

Em qualquer dificuldade, não te prendas ao lado sombrio dos acontecimentos para que não te escravizes ao peso morto das impressões negativas.

Para a confirmação do que afirmamos, contempla a árvore benfeitora que te oferece colheitas periódicas. Ei-la que se desprende das pancadas da ventania e das ofensas que se lhe façam, a fim de atender ao próprio destino na produção dos benefícios em que te apóias.

Diante de uma árvore simples e amiga, é possível aprender que a evolução se baseia no trabalho e que, nas Leis de Deus, para servir e servir é necessário esquecer e esquecer.

Obrigado pela visita! Deixe seu comentário aqui! Indique o Mensagens Espíritas a um amigo! Muita paz

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s