A Roda do Resgate – André Luiz Gadelha

A RODA DO RESGATE

No meio da madrugada, o soar de um pequeno sino rompe o silêncio do pátio de um convento.

Era o sinal que acordava a Irmã Alice, anunciando mais um irmãozinho confiado a ela na roda dos enjeitados. Enfrentando o sereno noturno, Alice envolvia os pequeninos em seus braços com um afeto comparável a de uma mãe.

Ela, auxiliada pelas companheiras de reclusão, cuidavam e criavam essas crianças que, assim, recebiam os carinhos e a educação negados pelos familiares de sangue.

Mas, nem sempre foi assim.

Em outra existência, a Irmã Alice atendia pelo nome de Mercedes, conhecida curandeira de uma cidade. Tratava-se de uma mulher com conhecimentos à frente do seu tempo a respeito das ciências da natureza.

Em sua casa simples, recebia todo o tipo de gente, a procura de alívio para os seus males. Mas, muitas foram as infelizes que a procuraram para por em prática a nefasta decisão do aborto.

Mercedes, sem nada questionar, executava o assassinato, pondo fim aos planos de evolução de tantos espíritos em troca de moedas.

Eram irmãozinhos que sofriam a negação, de forma violenta e covarde, às oportunidades de evolução que se fazem necessárias na carne. A eles, Mercedes oferecia-lhes a morte.

Retornando à pátria espiritual, passa por um longo período de sofrimentos promovidos pela vingança de parte dos que lhes foram vítimas, até que entendeu a gravidade do que havia cometido e, exausta das obsessões, prostra-se no chão a pedir auxílio do Alto.

Foi socorrida e levada a uma colônia onde, após mais algum tempo, adquiriu condições de pedir por uma nova oportunidade terrena.

Porém, como forma de resgatar as dívidas pretéritas, solicita que lhe seja negada a felicidade de ser mãe, já que, dessa vontade, privou tantas que foram levadas pelos pais temerosos em terem o nome de suas filhas como tema de fofocas e as maledicências.

Mas, que também, tivesse a oportunidade de cuidar, educar e orientar aos espíritos que, outrora, fez mal.

Foi dessa forma que Mercedes, como Irmã Alice, conseguiu dar vida àqueles aos que, no passado, havia dado a morte.

Que Jesus continue nos abençoando.

Obrigado pela visita! Deixe seu comentário aqui! Indique o Mensagens Espíritas a um amigo! Muita paz

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s