ÓCIO INCONVENIENTE

Ócio Inconveniente

 

(Porque nós pelo Espírito da fé aguardamos a esperança da justiça. Gálatas 5:5)

 

Quem espera no ócio, nada da mente movimenta, nada do corpo exsuda, nada de si faz.

 

Muitos nos perdemos na expectativa de esperar algo, mas esquecemos de que do algo esperado, boa parte demanda nosso esforço próprio.

 

O trabalhador fiel de Jesus não espera, procura a construção, ou esforça-se para contribuir.

 

O trabalhador de Jesus jamais deve esperar o a ser feito, devendo antecipando na construção.

 

Grandes problemas da humanidade ocorrem, pois ao invés de fazer, ficamos a esperar, de fora, soluções que nos cabem.

 

Cabeça vazia sempre espera alguém que a encha. Como estamos numa luta árdua com nossas tralhas, os que esperam recebem visitas indesejadas.

 

Alguns esperam Jesus, só orando; outros, apenas na lida do mecanicismo material; poucos se colocam à disposição de Jesus.

 

Se um nascituro não fosse importante, não seria necessária a gravidez, que a propósito, não sendo doença, não predispõe ninguém ao ócio.

 

Uma das Leis de Deis é que podemos descansar ao sábado; Grande monta de nós, fazemos de todos os dias, sábados, esperando o tempo passar.

 

Quando um cristão espera milagres, esquece de fazer o que dá conta.

 

Em que pese nosso desejo, não temos méritos para esperar, descansando, mas para o movimento constante, construindo.

 

A seca eventual é um fenômeno físico ordinário. Não contribuamos para a seca, esbanjando recursos, esperando que Deus mande chuva.

 

Jesus não esperou que alguém fizesse o que lhe cabia. Façamos o mesmo.

 

A maioria de nós esperou que algumas coisas sejam incorporadas à nossa mente na pressa, esquecendo-nos de fazer tal aquisição, lenta e disciplinadamente.

 

Jesus não espera nada mais do que ele sabe que damos conta; não inventemos moda.

 

Não esperemos que uma semente de melancia gerasse uma mangueira. Assim será com o bem e o mal que fizermos.

 

Jesus, á época, tinha duas opções: ou esperava nossa perfeição ou nos amava, pelo testemunho. Agradeçamos a escolha dele e, façamos a nossa.

 

Alguns esperam indefinidamente pelo momento certo para muitas decisões e acabam não fazendo nada, inclusive em prol do próprio progresso.

 

A sementeira do amor não espera de nós lágrimas de dedicação; apenas algum esforço em direção ao bem.

 

Esperar o momento certo para fazer algo é importante. Obliterar progressos alheios é dispensável. Fazer, ainda que com erros é essencial.

 

Não esperemos o amanhã para realizar o bem e não desperdicemos o hoje fazendo o mal, pois não sabemos o que nos espera.

 

Ao desencarnar não é muito bom esperar muito de nós mesmos. É bom esperar que nosso julgamento sobre nós mesmos seja sempre injusto.

 

Eventualmente é tempo de esperar, mas sempre é tempo para fazer, em que pese todas as dificuldades que se-nos aportarem o ser.

 

Lembre-se de que o mal não merece comentário em tempo algum. (André Luiz, Nas conversações, Capítulo 9, Agenda Cristã, Psicografia de Chico Xavier.)

Anúncios

Obrigado pela visita! Deixe seu comentário aqui! Indique o Mensagens Espíritas a um amigo! Muita paz

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s