Tombou Lutando – Onde é que estamos?

Tombou Lutando
Onde é que estamos?
Em homenagem ao irmão Gilberto Arruda, em 19/06/2015
Somos todos crianças espirituais – desde que olhemos para nós mesmos com sinceridade, veremos intuitivamente, dentro de nossos egoísticos desejos, as razões para estarmos nesse mundo – parece que todos somos enfermos mentais.
A Doutrina Espírita trata de todas essas doenças em nós – o sofrimento, físico ou moral, é o remédio. Estamos nesse mundo, explica Kardec em O céu e o Inferno, para arrependimento, expiação e, principalmente, reparação.
Não foi uma fatalidade que cortou o fio da existência mortal do companheiro Gilberto – não o conheci pessoalmente, mas compartilho o ideal de reparação de nossa dívida social com os violentos…
Não era necessário que desencarnasse pelas mãos do homicídio – ex-vítima que assume o rosto de um assassino neste mundo, não, mas um dia irá ele reparar também.
Chico Xavier, que talvez já esteja com o companheiro entre os braços, ladeando Frei Luiz e Dr. Bezerra, o santo de Uberaba já dizia que a vitória da força é aparente.
Pensando em todos os fatos em retrospectiva de tudo o que li e vivi, inclusive este lamentável ocorrido no Lar de Frei Luiz, penso que o Arruda tombou lutando: lutando contra a injustiça do mundo, lutando pelo ideal do Cristo de Deus, nosso Mestre da humildade e do perdão, o Senhor Jesus. Tombou lutando, em termos paulinos, o bom combate, contra o homem velho. E o homem velho, ele mesmo no passado, como qualquer um de nós já foi, tombou lutando pela reparação, passo final de múltiplas existências e parcela final para se tornar redimido.
Em encarnação próxima futura, na próxima geração, irmão Gilberto, descansado, refeito, imitando Jesus no perdão ao assassino de agora, voltará como missionário, certamente.
Complementando Chico com o próprio Chico, trará a serenidade que, nesta hora, talvez lhe seja já merecido – Se ele lutou pela realização do bem na Terra, imitemo-lo, tomando as medidas justas perante a lei dos homens, é verdade, encarcerando o irmão doente responsável pelo aparente fim do trabalho do irmão Gilberto entre nós.
Nosso trabalho – substituí-lo – não é tarefa fácil, nem rápido, mas necessário. Iniciando essa missão, devemos começar por um perfil semelhante ao dele – a generosidade.
Não podemos encarcerar o infeliz que provocou a descida do sangue para que não mais chegasse ao cérebro para nos roubar seu olhar e suas palavras, não, para abandoná-lo ao sistema que o embruteceu, não.
Devemos assisti-lo, lembrar que tem pai e mãe, talvez irmãos, avós… Devemos imaginar, pela Fé espírita, que ambas as famílias podem estar ligadas há séculos pelas discórdias e a vida dele, Gilberto, deve ser realmente, o pagamento final; o início de uma era de perdão “aos que não sabem o que estão fazendo”.
Aos irmãos do Lar de Frei Luiz, com o sentimento de amor e paz.
Luiz Fernando Costa Moreira

Anúncios

2 comentários sobre “Tombou Lutando – Onde é que estamos?

  1. Caros e amados Irmãos (a) Lamentavel e triste ocorrido para com o nosso amado Irmão! Gilberto!mas como sabemos que samos Irmão e semelhança do nosso cristo de Deus conduzindo os seus encinamentos estamos correndo os mesmos riscos que o cristo Jesus correu! pois a lei de amor.caridade e reforma agride a queles que ainda estão perdidos sem rumo! mas que Deus com seu infinito amor de pai mizericordioso que `´e acolha nosso Irmão !e recompesse segundo seu merecimento aquele que digno de cremencia!se achou no direito de seifar avida de um humilde servo do trabalho divino!!! meus profundos sentimentos para todos Irmãos de fé e familia!!

    Curtir

Obrigado pela visita! Deixe seu comentário aqui! Indique o Mensagens Espíritas a um amigo! Muita paz

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s