O PONTO ZERO DA VIDA

O PONTO ZERO DA VIDA

segunda-feira, 4 de abril de 2011, 13:43:01 | (Luciano Cazz)

Conversava com um amigo sobre o vazio que existe dentro das pessoas. Uma comum sensação de que sempre falta algo e nos tira o bom humor, a paciência, o otimismo, até o sono, colocando-nos em um estado de melancolia ou ansiedade intermitente. Como que uma epidemia de baixa auto-estima que desanima ou estressa e compromete todos os papéis que desempenhamos no dia-a-dia.

marcozero.jpg
Então, meu amigo me veio com a teoria do PONTO ZERO. Segundo ele, as pessoas que não se sentem bem diante da vida estão em um estado negativo. Estar nesse estado significa estar em desacordo com quem nos somos de verdade. E para isso existem diversos motivos.

O sistema cria modas e desejos que não são necessariamente importantes, mas agregam status e nos fazem sentir inferiores por não possuirmos determinados bens ou relações. Por tal ascensão lutamos incessantemente para galgar atributos que, geralmente, não têm a menor importância para a nossa vida. Nos frustramos quando não conseguimos e também nos frustramos quando conseguimos porque não nos completa, transformando nosso vazio em uma incógnita angustiante.

A competição e a comparação dilaceram também. Um familiar se formou em medicina, um primo foi promovido, a irmã casou, o melhor amigo separou, o vizinho comprou um carro novo, a sogra do filho fez uma plástica. Instantaneamente muitas pessoas, mesmo em uma realidade bem distante, sentem-se derrotadas por não serem médicas, por estarem a 5 anos no mesmo cargo. Tornam-se solteironas solitárias ou maridos castrados pela aliança. Têm vergonha de andar de fusca 90 ou por não ter a cara esticada e congelada de botox.

inveja2.jpg
Você consegue o trabalho e seu amigo dá aquele sorriso sem graça com um “parabéns” fúnebre claramente perceptível. Pessoal, não é olho grande, é fraqueza. Tamanha, que leva a um baseado para relaxar para – de repente – conseguir ficar feliz por seus amigos ou por si mesmo. Pode também rolar um teco para compensar a personalidade que acha que não tem ou tomar um porre e fazer um monte de merda como auto-punição por pensar ser a única pessoa que não presta nesse mundo.

Estado total negativo porque simplesmente não está de acordo com sua própria verdade. E entra aí o PONTO ZERO. Segundo meu amigo, é necessário zerar. E aqui, zero pode ser positivo. Tal estado consiste no momento de parar tudo e questionar a própria vida. Perguntar para si mesmo “ Quem sou eu? Que quero da vida? Quais são meus objetivos?”

paraquedas.jpg
Gosta de esportes, então procure algum para praticar. Se não gosta de academia e nem tem uma pelada para jogar, corra em um parque uma vez por semana: É renovador. Se quer aprender uma língua, compre um curso em volumes em uma banca ou pesquise na internet. Existem vários cursos on line gratuitos. Quer arranjar uma namorada de família e vive na balada, ou é da “night”, mas tem namorada? Quer ser astrônomo, mas trabalha de promoter? Fala sério. Zera!

E a viagem dos seus sonhos vai fazer quando? Depois do seu enterro para não ter que pagar a “passagem”? Não! Marque agora, sob um planejamento lógico e faça de tudo para realizá-la. Mesmo que tenha que adiar a partida. Mas não desista de se fazer bem.

Quer um relacionamento que não te faça mal com alguém que te valorize, mas continua namorando aquele grosso ou aquela chata. Zera! Termina a relação. A dor sempre passa. A lógica do amor é cíclica ou, nesse caso, do comodismo. Você já sabe disso. São milhões de possibilidades mundo a fora de você conhecer alguém que saiba amar. Case e tenha filhos, ou seja um solteirão convicto se essa for a sua verdade.

dinheiro.jpg
Mesmo que fique algum tempo sem trabalho, você tem que se realizar profissionalmente. Zera mesmo que todos reprovem, tendo a certeza de que é o melhor para você. Não importa o que os outros dizem, quando o que falam não condiz com a nossa verdade. Então, vire a mesa! Seja feliz! O universo sempre conspira quando estamos no nosso real caminho.

Tem alguma mania que detesta ou um defeito que te atrapalha? Trabalha nele. Somos seres em constante evolução. Escute o que os outros têm a dizer sobre isso. Tire um tempo para refletir e brigue com você mesmo, saindo vencedor da batalha contra seu egoísmo, contra seu temperamento, suas mentiras e essa necessidade de se aparecer ou falar mal dos outros.

inveja.jpg
Se você é bonito mas nem tão inteligente, use sua beleza a seu favor dando belos exemplos, ao invés de se torturar e sair por aí seduzindo todo mundo para compensar uma destreza de raciocínio que não tem. Se você é inteligente, porém nem tão bonito, use sua inteligência a favor do mundo e você será belo mesmo acima do peso ou com o nariz grande.

Pesquise seu interior. Escute suas respostas. Descubra quem é você, mesmo que tenha que anotar para não perder o prumo. Você não é tão assustador quanto pensa, é humano e tem muitas qualidades a se dar conta ainda. Então, verifique se cada escolha, cada atitude, cada compromisso te leva aos objetivos que traçou para ser – realmente – feliz, se não, desmarque, esqueça, mude. Não perca tempo com o que não lhe faz bem a não ser que seja por uma alegria genuína maior no futuro.

E, quando tudo que você fizer, tiver a ver com seus precisos objetivos de uma vida feliz, você começa a ficar positivo. O bom humor volta, a crença em si e no mundo também. Mesmo que a felicidade ainda esteja distante, você se torna mais compreensivo, o sono fica gostoso e a vida fica singela como a brisa que bate no nosso rosto e nos faz suspirar de satisfação, deixando um sorriso nos lábios de contentamento e o coração leve e livre de amarguras.

felicidade.jpg
Descubra e viva apenas o que você tem de melhor e será sempre positivo. E não importa se você está mais ou menos acima do zero do que os outros, o que importa é que você esteja no caminho certo, afinal cada um tem sua vida, seu momento.

E depois de me encher de positividade com essa sabedoria, meu amigo ainda olhou para mim e falou com um convicto sorriso nos lábios : “Meu caro, a vida é feita pra isso….”

ORAÇÃO DA FRATERNIDADE

PERTO DE TI

Olá, nossas Fraternais Saudações!
Que esta mensagem chegue com nossas melhores vibrações de Paz e Saúde!!
Obrigado pela companhia!!!
Centro Espírita Caminhos de Luz-Pedreira-SP-Brasil
PERTO DE TI

Ouves expressivos comunicados do Plano Espiritual, quanto ao trabalho que te espera no mundo.

Comumente, depois disso, deixas que o próprio pensamento divague ao longe, pesquisando notícias dos males enormes que assolam a Terra.

Sabes que as grandes necessidades reclamam as grandes intervenções, e refletes, para logo, nas missões gigantescas, como sejam: a extinção da guerra, supressão dos preconceitos raciais que prejudicam povos inteiros, a cura de doenças que vergastam a Humanidade ou a decifração dos enigmas da ciência.

Em verdade, tudo isso demanda a presença de missionários especializados; entretanto, urge atendas aos Desígnios Divinos, na execução dos serviços menos importantes que se amontoam, junto de ti.

Talvez não haja, até agora, qualquer chamamento que te peça atuar nos conflitos armados, em outras terras, mas o Senhor te solicita apaziguar os corações que te rodeiam para que a serenidade e a paz te presidam o campo doméstico; é possível que ninguém te aguarde, por enquanto, qualquer contribuição no banimento definitivo das moléstias consideradas insanáveis, no entanto, o Senhor te roga socorro, em favor dos irmãos doentes que choram e sofrem na área de tua influência pessoal e direta:

Provavelmente, não tens ainda a palavra convidada para traçar diretrizes, à frente das multidões; todavia, o Senhor conta com o teu verbo compreensivo e brando, nos círculos de tua convivência, garantindo tranqüilidade e elevação naqueles que te partilham a vida.

Não se sabe se trazes alguma incumbência do Alto para responder aos desafios da Natureza com essa ou aquela descoberta de valor fundamental para a Humanidade, porém é certo que o Senhor te espera a colaboração para que se resolvam pequeninos problemas, no quadro das provações de quantas renteiam contigo na trilha cotidiana.

Todo serviço no bem dos outros tem grande importância perante o Divino Mestre.

Justo, assim, te interesses por todos os assuntos graves do Planeta e forçoso faças quanto possas, a benefício dos companheiros do mundo que se vejam a longa distância da estrada em que transitas, mas é imperioso entendas que o Senhor te aguarda a cooperação decidida, em todas as tarefas de: amor, compreensão, tolerância, apoio fraterno e serviço incessante, em auxílio de todos aqueles que se encontrem perto de ti.

pelo Espírito Emmanuel – Do livro: Alma e Coração, Médium: Francisco Cândido Xavier.

Acesse o nosso site: www.caminhosluz.com.br

ORAÇÃO DA FRATERNIDADE

Olá, nossas Fraternais Saudações!
Que esta mensagem chegue com nossas melhores vibrações de Paz e Saúde!!
Obrigado pela companhia!!!
Centro Espírita Caminhos de Luz-Pedreira-SP-Brasil
ORAÇÃO DA FRATERNIDADE

Senhor!

Somos uma só família de corações a se rearticularem no espaço e no tempo, aprendendo a servir-Te. Ensina-nos a ser mais irmãos uns dos outros. Ajuda-nos para que seja cada um de nós a complementação do companheiro, naquilo em que o nosso companheiro esteja em carência. Se um tropeça, dá que lhe sirvamos de apoio, se outro descansa, ampara-nos a fim de que lhe tomemos o lugar na tarefa sem reclamação e sem queixa. Ilumina-nos o entendimento para que nos convertamos em visão para aqueles que ainda não conseguem enxergar o caminho claro que nos traçaste; o ouvido atento para quantos se incapacitarem no trabalho, entorpecidos na indiferença; a tranqüilidade para os que venham a cair na discórdia e a compreensão de todos os que ainda não logram divisar a luz da verdade!

Senhor, guarda-nos em teu infinito amor para que nos devotemos fielmente uns aos outros e ainda que a névoa do passado nos entenebreça os caminhos do presente, favorecendo-nos a separação ou o desajuste, dá que o clarão de Tua bênção nos refaça as energias e nos restabeleça o senso de rumo para que nós todos, unidos e felizes, sejamos invariavelmente uma família só, procurando escorar-nos, no apoio recíproco, de modo a que, um dia, estejamos integrados em teu serviço na alegria imortal para sempre.

pelo Espírito Bezerra de Menezes – Do livro: Taça de Luz, Médium: Francisco Cândido Xavier – Espíritos Diversos.

Acesse o nosso site: www.caminhosluz.com.br

SÚPLICA EM SILÊNCIO

SÚPLICA EM SILÊNCIO

Todos os companheiros em provação, que te procuram a simpatia, falam sem rodeios na linguagem aberta.
***
Parentes em condição difícil expõem-te as duras contingências em que jornadeiam no caminho diário e estendes a cada um o auxílio indispensável.
Servidores, que te garantem o equilíbrio doméstico, trazem-te à consideração as próprias necessidades e divides com eles os recursos de que dispões, promovendo-os à categoria de participantes do teu próprio destino.
Amigos, enleados a rudes provas, revelam-te as feridas morais que lhes supliciam a mente e sabes medicá-los com o bálsamo da palavra consoladora.
Meninos desamparados interpelam-te na rua e enterneces-te, diligenciando, em favor deles, o arrimo do pão e o calor do teto.
Irmãos, localizados nos derradeiros degraus da carência, formulam-te dolorosas rogativas e esvazias a bolsa por socorrê-los.
Doentes, relegados à tortura física, alcançam-te os ouvidos, com desesperadoras imprecações, e apressas-te a ofertar-lhes reconforto e remédio.
Flagelados de longínquas regiões requisitam-te amparo e associas-te, de pronto, ao concurso preciso.
Vítimas de tragédias passionais convocam-te à piedade pelas vozes da imprensa e oras por elas.
***
Existe, no entanto, por toda a parte, alguém que te suplica, em absoluto silêncio, sustentação e carinho… Alguém que, muitas vezes, sob ameaça de morte pela desnutrição em si mesmo ou pela inconsciência dos outros, espera por teu gesto de compaixão e defesa.
Não exijas que a opinião alheia te mostre semelhante pedinte mudo.
Contempla a maternidade, quando a maternidade aparece na incompreensão e no sofrimento, e auxilia, como puderes, a criança que vai nascer.

(Francisco Cândido Xavier por Emmanuel. In: Inspiração)
(Texto recebido de Cristiano de Almeida)

Quando eu ganhei os meus pais

Aquela parecia ser mais uma simples tarefa de escola de uma menina de oito anos.

A apostila mostrava contas a serem feitas, probleminhas a serem resolvidos e diversas perguntas sobre assuntos distintos.

Porém, na última folha havia um verdadeiro tesouro, que emocionou professores, psicopedagogos e pais.

Eis o enunciado: Faça um desenho que represente um fato marcante de sua vida.

E lá estava o desenho colorido de uma mulher com um bebê nos braços e, ao seu lado, a figura de um homem, ambos sorrindo.

Acima da cena, escrito com uma letra caprichada – dessas que se demora muito para terminar de escrever – estava:

Quando eu ganhei os meus pais.

Como conter as lágrimas perante tão singela declaração de amor? Quando eu ganhei os meus pais.

Ela se lembrava, com carinho, que havia chegado àquele lar de amor, há pouco mais de oito anos, através da via bendita da adoção.

Era um dos primeiros momentos em que o coraçãozinho aprendiz agradecia a Deus pela oportunidade de ter uma família amorosa na Terra.

Outras crianças lembraram de viagens, de presentes de Natal, de passeios inesquecíveis. Mas ela lembrou de agradecer pelos pais.

* * *

Pensando agora em todos nós, será que lembramos de guardar na alma toda essa gratidão por aqueles que nos receberam com tanto afeto, com tanta coragem?

Você se lembra quando você ganhou seus pais? Pois, sim, são grandes presentes que recebemos ao renascer.

Muitas vezes o coração infantil nos vem relembrar coisas que o velho coração parece ter esquecido.

Todos ganhamos nossos pais. E mais, não foram pais quaisquer, escolhidos pela força da aleatoriedade. Foram os pais que precisávamos, no momento que precisávamos.

Talvez ainda não entendamos isso muito bem, mas com o passar dos anos, após muitas análises, muitas lembranças, vamos percebendo, amadurecidos, que tudo faz sentido.

Às vezes acabamos caindo em si quando é muito tarde, e então somos corroídos pelo remorso devastador.

Por que esperar para agradecer? Por que aguardar aquela ocasião especial para reconhecer e manifestar a gratidão?

Por que ainda nos constrange tanto dizer: Você é importante para mim, ou Amo muito você?! Por que ter vergonha de amar, de agradecer?

Gratidão que não está apenas no ato de se agradecer. O famoso muito obrigado é apenas a ponta do iceberg da gratidão.

Gratidão se manifesta todos os dias, desde que se desperta e se agradece a Deus por esses amores; passando pela convivência respeitosa, amiga, compreensiva; chegando até aos gestos maiores de desprendimento em prol desses a quem devemos a vida.

Agradeçamos enquanto há tempo. Agradeçamos enquanto é hoje.

Gratidão faz bem a todos. Faz bem a quem a carrega no coração. Faz bem a quem a recebe como inesperadas flores perfumadas que caem sobre as mãos e tornam a vida mais feliz.

* * *

Quando eu ganhei os meus pais, ganhei também a certeza de ser amado…

Quando eu ganhei os meus pais, fui inundado de força de vontade, de desejo de acertar e de amar também.

Quando eu ganhei os meus pais, resolvi dar mais uma chance ao amor, e depois mais uma, e depois mais outra…

Quando eu ganhei os meus pais, foi quando me senti, realmente, protegido…

Redação do Momento Espírita.

Em 04.04.2011.

ut.php?u=&m=1019

MANSOS

MANSOS

Aqui, a impiedade ao passar deixou profundos sulcos e o triunfo, agora, adorna a cabeça do déspota que vive indiferente à sorte do próximo.
Ali, o poder fez morada, no lar de verdugo cruel, acostumado a perseguir.
Adiante, os maus conseguem aplausos, recepcionados pela afabilidade geral entre sorrisos e festas.
Tens, assim, a impressão de que a Terra está convertida num covil de salteadores e que a honra, incompreendida, silenciou sua voz, sendo substituída pelo descalabro moral.
Diante das facilidades de que tantos se utilizam e que estão ao teu alcance, indagas: Não será loucura permanecer no posto a que me atenho?
E confrontas: alguém que te parecia a personificação do equilíbrio foi arrastado vilmente pela cobiça e o erro; outrem de valor aos teus olhos, revelou-se de inopino servo de interesses subalternos, mostrando-se vassalo de paixões animalizantes…
Nubla-se tua visão, afliges-te intimamente e concluis que o melhor a fazer é segui-los…
Refaze, porém, os painéis morais de tua mente.
Deixa-te afagar pela brandura e pacifica-te.
***
O macrocosmo é constituído de átomos que são, por sua vez, universos miniaturizados.
A floresta impenetrável é dependência do filete dágua que lhe alimenta as raízes, no imo da terra.
O Sol imponente gasta-se enquanto consome massa em energia.
A vida moral e espiritual na Terra, do mesmo modo, é serva das mil insignificâncias nobres de que o Senhor se serve para a construção do melhor.
É imperioso que permaneças no posto do bem servir.
Deus, é verdade, não tem pressa.
Apesar disso tens infinito caminho a percorrer na senda evolutiva.
Cuida, desde agora, de exercitar a mansuetude e a cordura.
Se o Orbe fosse o paraíso dos pacíficos, a mansuetude dos justos seria lugar comum.
Por isso se faz necessário que dilates os tesouros da benignidade e da paciência.
As transformações sócio-econômicas-morais que se prevêem, começarão dentro de cada espírito afervorado à causa da justiça.
A humanidade começa na célula-homem.
Dá começo ao programa do mundo feliz, hoje e agora, vivendo-o em ti mesmo.
***
Porque fosse difícil, no jogo falaz das ansiedades humanas, a permanência nos altos postulados da vida cristã é que o Mestre, com sabedoria e propriedade, considerando os obstáculos a transpor entre tantas tentações, nos animou com elevado prêmio, informando: Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a Terra.

(Divaldo P. Franco por Joanna de Ângelis. In: Dimensões da Verdade)
(texto recebido de Cristiano de Almeida)

LIBERDADE E OPÇÕES

LIBERDADE E OPÇÕES

O mundo moderno é rico de possibilidades.

A sociedade convive melhor com as diferenças e as mais diversas opções são possíveis, sem causar grandes choques e antagonismos.

No pretérito, não era assim.

Por muito tempo, a transposição entre classes sociais era difícil, senão impossível.

Em certas culturas, quem nascia em família de artesãos deveria sê-lo também.

O círculo da nobreza era inacessível para os nascidos plebeus.

Hoje vigora em maior grau uma liberdade não apenas de opções, mas também de costumes.

Perante o corpo social, afigura-se possível ao indivíduo escolher livremente sua profissão, hábitos, moradia e amigos.

Ele pode escolher constituir família ou permanecer solteiro.

É possível a alguém casar-se, separar-se, tornar a se casar inúmeras vezes.

Esse contexto de liberdade é valioso para os seres humanos.

Não é possível crescer em entendimento e compreensão sem a possibilidade de tomar decisões e arcar com as conseqüências.

Mas é preciso refletir sobre os reflexos das próprias opções.

Os seres humanos estão em constante interação e os atos de uns refletem nas vidas dos outros.

Justamente por isso se afirma que liberdade pressupõe responsabilidade.

Para o cristão a questão da liberdade é ainda mais séria.

Ele necessita compatibilizar as opções que faz com as palavras e os exemplos do Cristo.

Caso contrário, a palavra cristão será apenas um rótulo, destituído de significado.

Assim, se você se afirma cristão, analise a forma como utiliza sua liberdade.

Reflita se suas opções revelam fidelidade às lições de Jesus.

Como você se identifica com os valores cristãos, isso quer dizer que sua sensibilidade está desperta para aspectos transcendentes da vida.

Ou seja, o mundo e seus valores não mais o satisfazem plenamente.

Há em você a necessidade de transcender, de amar puramente seus irmãos, de compreender e respeitar a vida.

Recorde, pois, que Jesus foi trabalho, amor, renúncia e pureza.

Suas opções estão de acordo com esse modelo?

Caso não estejam, pense que você é livre, pleno de possibilidades.

A cultura lhe é acessível, carreiras estão a sua disposição, você pode gastar seu tempo como lhe aprouver.

Por que não optar livremente pela felicidade duradoura?

Que lhe importa que no mundo imperem a desonestidade, a luxúria e a irresponsabilidade?

Você é responsável exclusivamente por suas opções, pelo que faz de sua vida.

Não utilize os equívocos dos outros como desculpas.

Em determinada passagem de uma de suas epístolas, Paulo de Tarso afirma que tudo lhe era possível, mas nem tudo lhe era conveniente.

É exatamente a sua situação.

No mundo atual, quase tudo é admitido, sem censuras.

Mas a consciência de quem ama e admira o Cristo não compactua com comportamentos levianos.

Não se iluda nem embote sua consciência.

Viva de forma nobre a sua liberdade.

(Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita. http://www.momento.com.br/pt/ler_texto.php?id=1262&let=L&stat=0)

EFETIVAMENTE

EFETIVAMENTE

Em nós mesmos o problema essencial.
*
Efetivamente, nada temos a ver com a manutenção do Sol, na imensidade do Espaço, mas responderemos, inevitavelmente, pelo que estamos fazendo da quota de luz que ele nos fornece.
*
Não nos cabe qualquer responsabilidade pelo giro da Terra, no plano cósmico; entanto, seremos interpelados, quanto ao nosso procedimento para com o pedaço de chão que nos agasalha.
*
Não prestaremos informes sobre a evolução do planeta em que estagiamos, mas chega sempre o dia em que se nos perguntará quanto ao tempo e ao corpo, à profissão e ao meio de trabalho que o mundo nos confia.
*
Não se nos indagará com respeito à administração da Justiça Universal no orbe em que vivemos; no entanto, daremos contas das obrigações que assumimos, perante superiores e subalternos, colegas e afeiçoados, que nos partilham a convivência.
*
Não se nos inquirirá quanto aos destinos supremos da Humanidade, mas sofreremos exame natural e direto no que se refere à nossa conduta, diante do lar e da família, tanto quanto à frente dos irmãos e companheiros que nos comungam a intimidade.
*
Não podemos impedir as catástrofes da Natureza e nem evitar as calamidades sociais. Outros poderes controlam a mecânica dos astros, o equilíbrio da Terra, o aprimoramento da vida, a sustentação do direito e o engrandecimento dos povos.
Reconheçamos, todavia, que nem as constelações, nem o Globo que nos serve de moradia, nem as instituições que supervisionam o progresso, nem o tribunal e nem o templo de nossa fé, conquanto nos sustentem e nos auxiliem, não conseguirão efetuar a tarefa que as Leis Divinas situam conosco, para que se realizem por nós.

(Francisco Cândido Xavier por Emmanuel. In: Viajor)
(texto recebido de Cristiano de Almeida)

O Consolador

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 11.497 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: